Caros leitores!

Tive o imenso prazer de estar na sede da TV Brasil, situada no centro do Rio de janeiro, para acompanhar a pré-estréia de um dos documentários mais esclarecedores e contundentes já feitos em  nosso país. Trata-se de “O dia que durou 21 anos”, dirigido por Camilo Tavares, que será exibido pela TV Brasil, nos dias 4,5,6 de abril, às 22:00 horas.



Com documentos inéditos cedidos pelo governo americano, entrevistas reveladoras e um conteúdo único, o documentário expõe a relação estremecida e temerosa do governo dos Estados Unidos da América, presidido por John Kennedy, com o governo brasileiro, até então presidido por João Goulart, o “Jango”, visto como uma ameaça para a democracia, segundo os EUA.

O medo de uma nova instauração de um governo comunista, assim como em  Cuba e na China, no continente que era diretamente dominado pelo capitalismo americano, se tornava completamente inconcebível sob a ótica da ex-colônia inglesa. Na figura de Lincoln Gordon, embaixador dos EUA no Brasil, o governo americano se fazia presente e realizava uma série de intervenções, diretas e indiretas, se tornando o pano de fundo e maior incentivador do golpe militar de 1 de abril de 1964.

Estratégicamente importante para as pretensões americanas de influência na américa do sul, o Brasil não poderia continuar com as reformas de base, até então planejadas e realizadas por “Jango” e Brizola.  Um desenrolar muito bem estruturado dos fatos, explicando e evidenciando a entrada clandestina da CIA em nosso país, a propina dada pelos Estados Unidos aos parlamentares Brasileiros, a tentativa frustrada de um recuo das medidas consideradas esquerdistas de Jango, com a “aliança para progresso”, proposto pelo governo americano e as consequências do  comício de forte apelo popular do presidente João Goulart, na central do Brasil, entre outros acontecimentos não menos relevantes.

Uma realidade que deve ser difundida amplamente em todas as mídias. Um passado que se torna presente pela riqueza do conteúdo que é mostrado. Por todos estes motivos não percam a estréia de “O dia que durou 21 anos”, dia 4 de abril, às 22:00. É obrigação de todo Brasileiro assistir.

Um abraço!
Atenciosamente,

Breno Massena

Anúncios